Telefone:  (11)  3884-7100    •    contato@sogesp.com.br
Logo SOGESP

2013 / Tema 07

Indicações da ooforectomia profilática em mulheres submetidas à laparotomia ginecológica por doença benigna ( Prophylactic oophorectomy in women undergoing laparotomy for benign conditions )

  1. Considerando que o risco de desenvolver câncer de ovário decorre da idade e que a salpingo-ooforectomia comprovadamente o reduz, esse procedimento é preconizado para mulheres menopausadas submetidas a laparotomias por outras condições benignas, apesar dos efeitos conhecidos sobre a função sexual (nível 1 de evidência).

  2. Mulheres com suspeita de risco familiar de câncer de ovário (vide definição de alto risco) devem ser submetidas a avaliação genética. Aquelas com mutações dos genes BRCA1 e/ou BRCA2 devem ser submetidas a ooforectomia profilática se tiverem prole completa (nível 2 de evidência).

  3. Para mulheres na pré-menopausa, com risco medianamente elevado de câncer de ovário, a ooforectomia profilática pode ser considerada (nível 2 de evidência). Deve-se levar em consideração, principalmente, sua idade, bem como antecedentes familiares e pessoais de doenças cardiovasculares e neurológicas.