Logo SOGESP

ExaMINA: Vacinas para a adolescente e para a mulher – seu calendário está atualizado?

#ExaMina

26.mar.2020 - Patrícia de Rossi

#ExaMina – Vacinas para a adolescente e para a mulher – seu calendário está atualizado?

O desenvolvimento de vacinas foi um dos fatores mais importantes para o aumento da expectativa de vida ao reduzir a incidência de doenças infectocontagiosas na população. A vacinação é uma das formas mais custo-efetivas de evitar infecções, protegendo tanto a pessoa vacinada quanto a comunidade – incluindo aqueles que têm contraindicações para receber a vacina (por exemplo, pacientes em uso de quimioterapia ou de imunossupressores).

O Programa Nacional de Imunizações tem calendários específicos para cada faixa etária, gestantes e população indígena. As vacinas estão disponíveis gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Confira as vacinas indicadas para cada adolescentes, mulheres adultas e idosas, de acordo com o programa:

Adolescentes

HPV4 (vacina tetravalente contra o HPV) – previne o papiloma(tipos 6, 11, 16 e 18), vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais. Deve ser tomada por meninas de 9 a 14 anos (duas doses com intervalo de 6 meses), segundo o calendário de vacinação.

Observação: a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) recomendam a vacinação de meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade e, a critério médico, fora dessa faixa etária.

A partir dos 10 anos de idade, dependendo da condição vacinal anterior, algumas vacinas podem estar indicadas. Consultar a necessidade na UBS, levando a carteira de vacinação:

  • Meningocócica C (conjugada) – protege contra a doença meningocócica (meningite e suas complicações) causada pelo sorogrupo C. Indicada dos 11 aos 14 anos, dose única ou reforço.
  • Hepatite B – para as adolescentes com esquema vacinal desconhecido ou incompleto (3 doses).
  • Febre amarela – uma dose, se não vacinada.
  • Dupla adulto (dT) – previne difteria e tétano; reforço a cada 10 anos
  • Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola)

Mulheres de 20 a 59 anos

Da mesma forma que nas adolescentes, checar se os esquemas vacinais estão completos para:

  • Hepatite B;
  • Febre amarela;
  • Dupla adulto (dT) – necessita reforço a cada 10 anos;
  • Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) – verificar a situação vacinal anterior; se nunca vacinado, receber 2 doses (20 a 29 anos) ou 1 dose (30 a 49 anos).

Idosas (a partir dos 60 anos)

Além das vacinas indicadas para mulheres de 20 a 59 anos, está indicada, durante o período de campanha nacional, vacinação contra influenza.

Observação: Além das vacinas previstas no Programa Nacional de Imunizações, há outras que podem ser utilizadas e estão disponíveis em clínicas privadas de imunização. A lista completa pode ser consultada no portal da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm): https://familia.sbim.org.br/

Fontes:

Ministério da Saúde. Calendário de Vacinação. Disponível em https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/calendario-vacinacao (acesso em 20/03/2020).

Família SBIm – Calendário do Adolescente. Disponível em https://familia.sbim.org.br/seu-calendario/adolescente (acesso em 20/03/2020).

Próximos eventos
Local : Online | Youtube e Instagram da SOGESP

Local : Sorocaba Park Hotel By Atlantica Av. Prof. Joaquim Silva, 205 - Alto da Boa Vista, Sorocaba - SP

Local : Auditório UNIMED Lençóis Paulista Rua Manoel Amâncio, 65 • Centro • Lençóis Paulista - SP

Local : Hotel Mercure São José dos Campos - Av. Jorge Zarur, 81 - Torre II - Jardim Apolo São José dos Campos/SP