Logo SOGESP

O paciente transexual e o atendimento médico

10 de setembro de 2021

O paciente transexual e o atendimento médico

Um dos inúmeros desafios encarados pela população transexual é o atendimento de saúde. A faltade serviço, de conhecimento e de preparo dos profissionais são alguns dos empecilhos na busca de um suporte médico. Somente em 2008 o Sistema Único de Saúde (SUS) passou a oferecer a cirurgia de redesignação sexual. Antes disso, ela era realizada apenas em estabeleci mentos privados, em poucas regiões do país e por valores inacessíveis para a maioria dos brasileiros. Vale mencionar que até 1997 o procedimento era proibido por lei.

Transexual é o indivíduo cujo gênero diverge de seu órgão reprodutor. Para adequar o corpo à expressão a qual se identifica, o paciente pode ou não se submeter a cirurgias - muitos optam por fazer somente tratamentos hormonais. Para a mudança, no entanto, é necessário
que ele passe por um longo processo de atendimento psicológico antes de realizar a hormonioterapia e o procedimento operatório.


Quer saber mais?
Clique aqui e acesse a Revista SOGESP Mulher