Telefone:  (11)  3884-7100    •    contato@sogesp.com.br
Logo SOGESP

2012 / Tema 03

Técnicas para o tratamento do prolapso genital ( Techniques for the treatment of genital prolapse )

No compartimento anterior:

    1. Em casos de prolapso genital recorrente com cistocele estágios 3 e 4 e tecido autólogo de baixa qualidade, recomenda-se o uso da tela.


No compartimento apical:

  1. A sacrocolpopexia abdominal é superior à colpopexia sacroespinhal, com menor recorrência e dispareunia, porém maior tempo cirúrgico no prolapso de cúpula vaginal.
  2. Não há diferença na eficácia da via laparotômica ou laparoscópica na sacrocolpopexia abdominal.
  3. As técnicas com preservação uterina apresentam maior recorrência quando comparadas à histerectomia vaginal.

No compartimento posterior:

  1. A interposição de telas biológicas (derme porcina) ou sintéticas (poliglactina) não otimiza o resultado terapêutico, não havendo portanto, vantagens em seu uso, sujeito a provocar maiores índices de complicações.
  2. Não há consenso na correção concomitante da IUE em mulheres assintomáticas candidatas à correção de prolapso genital.